Uma sequência sinistra de “coincidências”, que culminou com a prisão dos hackers.
Para Alexandre Garcia, tudo teve início no dia da tentativa de assassinato do então candidato que liderava a corrida eleitoral rumo à presidência da República.
Na sequência, o jornalista enumera um amontoado de “coincidências”, onde destaca a renúncia do mandato pelo ex-deputado federal Jean Wyllys, para dar lugar justamente ao marido do pseudo jornalista Glenn Greenwald.
A participação de Manuela D’Ávila, ex-vice de Haddad, no crime, também é sintomática.
A revelação alvissareira é de que a Polícia Federal presentemente está no rastro do dinheiro dos hackers.
Estamos nos aproximando do fatídico desmonte dessa atrevida Organização Criminosa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui