O Atlético-PR busca uma vitória sobre o Vélez Sarsfield e a consequente liderança isolada do grupo 1 da Libertadores para fazer a festa no dia em que o clube completa 90 anos. O Rubro-Negro está rigorosamente empatado com o time argentino na primeira posição: ambos têm nove pontos, três gols de saldo, cinco gols pró e um gol marcado como visitante. Se vencer, o Furacão passa à frente e encaminha a classificação para as oitavas de final. Que poderia ser confirmada já na quinta-feira se o The Strongest (terceiro, com seis pontos) ganhasse do Universitario (lanterna, ainda sem pontuar).
Para fazer a festa completa, o Atlético-PR promete ir para cima do rival. O técnico Miguel Ángel Portugal mantém o esquema com três atacantes. O atacante Marcelo, recuperado de torção no tornozelo e, depois, de uma lesão na coxa, pode ser a novidade. O meia Felipe também é opção. O time ainda terá o apoio da torcida. O ônibus do clube será recebido com uma “rua de fogo”. Além disso, os sócios esgotaram, ainda na segunda-feira, todos os lugares para o jogo. Portanto, a expectativa é de casa cheia.
O Vélez, por sua vez, quer estragar a festa rubro-negra para ficar mais perto da classificação. Com exceção do atacante Mauro Zárate, o time argentino terá força máxima e vai tentar repetir o resultado da segunda rodada – na ocasião, os comandados de José Flores venceram o Atlético-PR por 2 a 0 no Estádio José Amalfitani, em Buenos Aires.