19 C
Araucária
sábado, abril 13, 2024

Araucária tem o compromisso de atender a crianças que estão à espera de vaga, com respeito à lei e mantendo a qualidade

Data

Posts da semana

Conta de luz subirá até 7% com subsídio previsto em MP do governo Lula

Texto de difícil compreensão e ações incoerentes. Foram com...

Presos os suspeitos de mandar matar Marille e Anderson

Seis anos após o crime, três suspeitos de serem...

Quando se trata de ampliação de vagas para garantir o direito de crianças de 0 a 5 anos à Educação Infantil os municípios não têm opção: tem que atender. Quem conhece Araucária, tem visto a transformação que a Educação passou nos últimos anos, com investimentos na construção de mais de 15 novas unidades (já concluídas – outras estão em andamento), 7 ampliações, além da aquisição de mobiliários, brinquedos, parquinhos e a chegada de mais profissionais para atendimento às crianças e melhor organização das unidades. Vale destacar ainda que, já em 2022, Araucária superou as metas estabelecidas pelo Ministério da Educação para estados e municípios cumprirem até 2024, sobre a ampliação de turmas de ensino integral.

Uma das ações atuais para dar continuidade na ampliação de vagas na Educação Infantil, um direito fundamental das crianças, deve ser a readequação do porte do atendimento. Ou seja, da relação entre a quantidade de criança por profissional da unidade, e levando em conta a área da unidade educacional. A proposta é alinhar esse porte das unidades de Araucária à deliberação nº 02/2014, do Conselho Estadual de Educação do Paraná (CEE/PARANÁ) e também da recomendação do Referencial Curricular Nacional da Educação Infantil. Essa adequação do porte, conforme a Secretaria Municipal de Educação (SMED), além de continuar respeitando os critérios técnicos quanto à quantidade de criança por profissional, ainda permitirá a inclusão de mais 569 crianças, no momento, aguardando por vaga em CMEIs do município.

A ampliação de vagas, com a manutenção do respeito às normas técnicas, é uma garantia importante do município no zêlo pela qualidade do atendimento às crianças nas unidades da Educação Infantil. A SMED já solicitou ao Conselho Municipal de Educação (CME) para que autorize essa importante adequação para a ampliação de vagas ou, como outra opção, a autorização para compra/locação de vagas nas instituições privadas que encontram-se autorizadas pelo CME. Atualmente, o porte de atendimento nas salas da Educação Infantil de Araucária é, significativamente, menor entre os municípios da região metropolitana. A adequação, dentro do que prevê o CEE/PARANÁ, manterá o município dentro dos padrões necessários para a manutenção da qualidade.

DÚVIDAS? Pais e responsáveis podem esclarecer pelo WhatsApp 3614-7438.

Por Redação com informação/SMCS em 18 de agosto, 2023

- publicidade-

Economia