13.4 C
Araucária
domingo, junho 16, 2024

Em discurso no Paraná, Lula chama Bolsonaro de titica

Data

Posts da semana

Empresário reage a assalto e atira contra o criminoso

Um assaltante foi socorrido em estado grave após ser...

Cantor Nahim é encontrado morto em sua casa

O cantor Nahim, foi encontrado morto em sua casa,...

Secretário de Segurança de Araucária é preso pelo Gaeco

O secretário de Segurança Pública de Araucária, Lincoln Roberto Stygar,...

O presidente Lula (PT) se referiu a Jair Bolsonaro (PL) como “titica” em discurso realizado na tarde desta terça-feira (4) em Foz do Iguaçu (PR).

Em cerimônia da retomada das obras da Unila (Universidade Federal da Integração Latino-Americana), Lula falava sobre a importância dos jovens universitários fazerem política.

“Quando a gente não gosta de política, nasce uma titica como Bolsonaro”, disse o presidente. “Titica” significa excremento de galinha.

A plateia de cerca de 2.000 convidados -composta majoritariamente por estudantes, professores e membros do MST- reagiu com risadas e puxou o coro de “inelegível”, assim como ocorreu em discursos anteriores de Lula desde o julgamento do ex-presidente no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

A Unila foi criada no segundo mandato de Lula e seu campus é o último projeto assinado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, morto em 2012. As obras, todavia, estavam paralisadas desde 2014. A cerimônia com Lula serviu para firmar um acordo de cooperação técnica entre Itaipu, Unila e Ministério da Educação prevê o financiamento por parte de Itaipu para execução do remanescente da estrutura.

Serão concluídas as obras da primeira fase do futuro campus, paralisadas desde 2014 com 41,58% dos trabalhos executados. A etapa inclui o prédio principal com 18 andares, o bloco de salas de aula e um restaurante. O custo total da obra é de R$ 600 milhões.

Por Folhapress em 04 de julho, 2023
Denise Paro e Caue Fonseca

- publicidade-

Economia