23.4 C
Araucária
quinta-feira, junho 20, 2024

Maquinista é soterrado por lixo quando trabalhava em aterro sanitário

Data

Posts da semana

Morre Chrystian, cantor que fez dupla com Ralf

O cantor Chrystian, que já formou dupla sertaneja com...

Incêndio destrói caminhão de transportar gás

Câmera de segurança registra o momento da explosão de...

Empresário reage a assalto e atira contra o criminoso

Um assaltante foi socorrido em estado grave após ser...

Uma das camadas de compactação de lixo do aterro sanitário de Fazenda Rio Grande, rompeu e soterrou o maquinista de uma empresa terceirizada que trabalhava no local. O rompimento acontecer neste sábado (25), por volta das 18h.
João Luiz Cubi Sobrinho de 41 anos é funcionário da empresa de terra terraplenagem Liska, com sede em Fazenda Rio Grande.

De acordo com informações de funcionário da empresa Liska, João foi convocado as presas ainda no sábado para ir até o aterro, lá estava outro maquinista, funcionário da Estre, empresa que administra o aterro sanitário de Fazenda Rio Grande. Disseram ainda que no momento em que o paredão começou a se romper, o maquinista da Estre deixou o local, ele estava com rádio que faz a comunicação com trabalhadores que atuam no paredão do aterro, porém os trabalhadores da empresa Liska que trabalhar no aterro não possui rádio.

Companheiros e amigos de João lamentaram o acontecido dizendo que no momento do desabamento ele pulou da maquina mas correu para onde desabava os entulhos. João foi levado e soterrado por lixo composto de chrume e gases. Bombeiros realizam buscas mas até fechamento desta matéria nem uma novidade sobre o caso.

- publicidade-

Economia