24.2 C
Araucária
quarta-feira, maio 22, 2024

Menina autista faz tour por Curitiba acompanhada de seu galo Paçoca Gabigol

Data

Posts da semana

A menina Aymee Soares de Almeida, 12 anos, a mãe, Janete, e a tia, Nilza, moradoras de Cascavel, no Sudeste do Paraná, fizeram, na segunda (09/10), um tour guiado diferente por Curitiba com o galo Paçoca Gabigol, animal de suporte emocional que acompanha Aymee há quase dois anos. Ela é autista e o animal promove conforto emocional em momentos que podem gerar estresse.

Com apoio e acompanhamento da Prefeitura de Curitiba, do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba e da agência de turismo Julytur & Andestur Receptivo, que oferece desde 2019 tours especializados para pessoas com diversas deficiências, a família de Aymee e o galo Paçoca visitaram atrativos turísticos da capital, como o Jardim Botânico e Santa Felicidade.

“O roteiro deve ser flexível podendo ser alterado visando o conforto emocional e a melhor experiência para os turistas especiais e suas famílias, se necessário”, explica Lilian Muñoz, guia de turismo e proprietária da agência de turismo.

Durante a visita à Galeria das Quatro Estações no Jardim Botânico, Aymee e Paçoca se encontraram com a família do menino também autista Felipe Marcanzoni Nonenmacher, de Campinas (SP). O galo Paçoca – que também usa a fita colorida que identifica os autistas colada em suas penas – imediatamente chamou a atenção do pequeno Felipe, que foi acariciá-lo.

Para Franciele e Cássio, pais de Felipe, Curitiba está se mostrando preparada para receber famílias de turistas com necessidades especiais: “nos identificamos ao encontrar um animal de apoio emocional circulando com sua tutora em um ponto turístico, estivemos no MON e utilizamos a Sala de Acomodação Sensorial. Curitiba está no caminho certo para o turismo inclusivo”, declarou Franciele.

O almoço foi no Restaurante Madalosso. O maior restaurante das Américas não impôs nenhum obstáculo à presença de Paçoca, que se empoleirou nas costas da cadeira à mesa de refeições e ali ficou sorvendo seu suco de uva oferecido por Aymee ou bicando um pouco de sorvete. O grupo ainda visitou a Vinhos Durigan do Enólogo Michel Fernando Struciate e conheceu o processo e as máquinas de produção de suco de uva, vinhos e espumantes produzidos ali em grande escala.

Turismo inclusivo 
Para Tatiana Turra, o modelo de gestão que o turismo em Curitiba vem trilhando para se tornar um Destino Turístico Inteligente passa obrigatoriamente pela adaptação para acolher turistas especiais.

“A acessibilidade vai além do âmbito físico, atendendo às pessoas com mobilidade reduzida com rampas e vagas dedicadas. A cidade deve ser acessível também aos turistas com restrições consideradas “não visíveis”, como por exemplo pessoas autistas. Todo o trade precisa estar preparado desde o aeroporto ao hotel, do restaurante ao atrativo turístico, da loja ao receptivo”, explica Tatiana Turra.

A presidente do Instituto Municipal de Turismo conta também que o órgão já está desenvolvendo uma capacitação específica para o trade. “A Escola de Turismo de Curitiba entende a importância de oferecer ao setor de turismo a qualificação para atendimento do público especial, tornando a visita destas famílias em uma experiência memorável”, declara Grécia Correa, articuladora da Escola de Turismo. Segundo Grécia, as tratativas para a implantação deste novo curso da Escola já estão em curso na parceria estabelecida com o SESC.

A mãe de Aymee, Janete, retornará à capital e se colocou à disposição para ajudar na capacitação do segmento de turismo da capital. “Colaborar com o novo curso da Escola de Turismo de Curitiba está alinhado com nosso propósito de informar e conscientizar sobre o autismo. Cooperar com uma Curitiba mais inclusiva e consciente me emociona e enche de esperança no porvir”, afirma Janete.

Final feliz
A família de Aymee veio em setembro para Curitiba devido à internação da mãe Janete para uma cirurgia, e chegou a enfrentar dificuldades por conta da presença constante e indispensável do galo Paçoca. Com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde e o do vice-prefeito de Curitiba e secretário estadual das Cidades, Eduardo Pimentel, a família foi acomodada em um quarto exclusivo tanto no hospital onde realizou a cirurgia quanto na Casa de Apoio Paraná para o período de recuperação pós-cirúrgica de Janete.

Por SMCS em 11 de outubro, 2023

- publicidade-

Economia