19 C
Araucária
sábado, abril 13, 2024

NTT divulga valores e data para início da cobrança do pedágio nas rodovias do Paraná – Lote1

Data

Posts da semana

Conta de luz subirá até 7% com subsídio previsto em MP do governo Lula

Texto de difícil compreensão e ações incoerentes. Foram com...

Presos os suspeitos de mandar matar Marille e Anderson

Seis anos após o crime, três suspeitos de serem...

As cobranças do pedágio nas rodovias do lote 1 no Paraná já têm data para começar. Os valores variam entre R$8,70 e R$11,50. A autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) foi publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira (12).

As tarifas (veja valores abaixo) passarão a serem cobradas a partir da zero hora do próximo dia 23 de março (sábado) pela Via Araucária, concessionária que administra o lote 1.

Fazem parte do pacote a BR-277 (entre Curitiba e Prudentópolis), a BR-373 (entre Guamiranga e Imbituva), BR-376, a BR-476 (entre Araucária e Lapa), além das PR-418 (Contorno Norte de Curitiba), PR-423 (entre Campo Largo e Araucária) e PR-427 (entre a Lapa e Porto Amazonas), totalizando 473 quilômetros de rodovias federais e estaduais pedagiadas.

A praças da Via Araucária que terão cobranças ficam em São Luiz do Purunã, Porto Amazonas, Irati, Imbituva e Lapa.

Conforme a ANTT, a cobrança foi autorizada após a restauração das estruturas prediais, instalação de novas bases de atendimento ao usuário, início dos serviços de suporte médico e mecânico – em atividade desde 28 de fevereiro -, recuperação da infraestrutura de tecnologia da informação e vistoria realizada pela ANTT.

Valores do pedágio
Segundo a ANTT, os valores dos pedágios variam entre R$8,70 e R$11,50 e foram calculados considerando o percentual positivo de 15,75% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Automóvel, caminhonete e furgão (2 eixos)

  • São Luiz do Purunã (BR-277, km 133) – R$ 8,70
  • Porto Amazonas (BR-277, km 158) – R$ 10,90
  • Irati (BR -277, km 249) – R$ 10,20
  • Imbituva (BR-373, km 217) – R$ 10,00
  • Lapa (BR-476, km 191) – R$ 11,50

Caminhão leve, ônibus, caminhão-trator e furgão (2 eixos)

  • São Luiz do Purunã (BR-277, km 133) – R$ 17,40
  • Porto Amazonas (BR-277, km 158) – R$ 21,80
  • Irati (BR -277, km 249) – R$ 20,40
  • Imbituva (BR-373, km 217) – R$ 20,00
  • Lapa (BR-476, km 191) – R$ 23,00

Automóvel e caminhonete com semirreboque (3 eixos) 

  • São Luiz do Purunã (BR-277, km 133) – R$ 13,05
  • Porto Amazonas (BR-277, km 158) – R$ 16,35
  • Irati (BR -277, km 249) – R$ 15,30
  • Imbituva (BR-373, km 217) – R$ 15,00
  • Lapa (BR-476, km 191) – R$ 17,25

Caminhão, caminhão-trator, caminhão-trator com semirreboque e ônibus (3 eixos)

São Luiz do Purunã (BR-277, km 133) – R$ 26,10

  • Porto Amazonas (BR-277, km 158) – R$ 32,70
  • Irati (BR -277, km 249) – R$ 30,60
  • Imbituva (BR-373, km 217) – R$ 30,00
  • Lapa (BR-476, km 191) – R$ 34,50

Automóvel e caminhonete com reboque (4 eixos)

  • São Luiz do Purunã (BR-277, km 133) – R$ 17,40
  • Porto Amazonas (BR-277, km 158) – R$ 21,80
  • Irati (BR -277, km 249) – R$ 20,40
  • Imbituva (BR-373, km 217) – R$ 20,00
  • Lapa (BR-476, km 191) – R$ 23,00

Caminhão com reboque, caminhão-trator com semirreboque (4 eixos)

  • São Luiz do Purunã (BR-277, km 133) – R$ 34,80
  • Porto Amazonas (BR-277, km 158) – R$ 43,60
  • Irati (BR -277, km 249) – R$ 40,80
  • Imbituva (BR-373, km 217) – R$ 40,00
  • Lapa (BR-476, km 191) – R$ 46,00

Caminhão com reboque, caminhão-trator com semirreboque (5 eixos)

  • São Luiz do Purunã (BR-277, km 133) – R$ 43,50
  • Porto Amazonas (BR-277, km 158) – R$ 54,50
  • Irati (BR -277, km 249) – R$ 51,00
  • Imbituva (BR-373, km 217) – R$ 50,00
  • Lapa (BR-476, km 191) – R$ 57,50

Caminhão com reboque, caminhão-trator com semirreboque (6 eixos)

  • São Luiz do Purunã (BR-277, km 133) – R$ 52,20
  • Porto Amazonas (BR-277, km 158) – R$ 65,40
  • Irati (BR -277, km 249) – R$ 61,20
  • Imbituva (BR-373, km 217) – R$ 60,00
  • Lapa (BR-476, km 191) – R$ 69,00

Caminhão com reboque, caminhão-trator com semirreboque (7 eixos)

  • São Luiz do Purunã (BR-277, km 133) – R$ 60,90
  • Porto Amazonas (BR-277, km 158) – R$ 76,30
  • Irati (BR -277, km 249) – R$ 71,40
  • Imbituva (BR-373, km 217) – R$ 70,00
  • Lapa (BR-476, km 191) – R$ 80,50

Caminhão com reboque, caminhão-trator com semirreboque (8 eixos)

  • São Luiz do Purunã (BR-277, km 133) – R$ 69,60
  • Porto Amazonas (BR-277, km 158) – R$ 87,20
  • Irati (BR -277, km 249) – R$ 81,60
  • Imbituva (BR-373, km 217) – R$ 80,00
  • Lapa (BR-476, km 191) – R$ 92,00

Formas de pagamento

Nas cabines manuais das praças, será possível efetuar o pagamento das tarifas em dinheiro ou com cartão de débito e crédito, na modalidade por aproximação. A modalidade Visa Vale Pedágio também será aceita. Já nas vias automáticas, o motorista poderá optar entre as operadoras Sem
Parar, ConectCar, Move Mais, Veloe e Greenpass.

Desconto para motoristas

Os usuários que trafegam nas rodovias administradas pela Via Araucária serão contemplados com dois benefícios tarifários: o Desconto Básico de Tarifa (DBT) e o Desconto de Usuário Frequente (DUF). Para obter as vantagens, é necessário apenas ter instalado no veículo um TAG, chip eletrônico
autoadesivo colado ao para-brisa, que permite que os veículos passem pela pista automática de cobrança de pedágio.

- publicidade-

Economia