23.2 C
Araucária
quarta-feira, fevereiro 21, 2024

Obras da nova escola Egipciana e do CMEI Iguatemi avançam

Data

Posts da semana

Homem de 20 anos é executado na frente do filho de 6 anos

Na noite deste domingo por volata das 21h, um...

Tj-PR mantem condenação do ex-vereador Josúe de Araucária

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do...

Prefeito manda levar homem em situação de rua para ‘capinar’ em SC

O prefeito de Criciúma Clésio Salvaro (PSD) usou as...

Quem passa pela região do Jardim Iguatemi, em Araucária, já vê a imponente estrutura dos novos prédios da Escola Municipal Professora Egipciana Swain Paraná Carrano e do CMEI Professora Maria de Lourdes da Silva Chagas (CMEI Iguatemi). Na Egipciana, os três pisos estão estruturados e já são realizados os preparativos para a laje de cobertura. No CMEI Iguatemi, a laje do primeiro pavimento (de dois previstos) deve ser executada nos próximos dias.

O projeto de cada uma dessas unidades foi desenvolvido pela equipe da Secretaria Municipal de Planejamento (SMPL). No caso da escola Egipciana, a estrutura moderna terá 2.500m² (três pavimentos) e substituirá a edificação antiga, a qual era em alvenaria e madeira. A nova escola terá 12 salas de aula, 08 salas para atividades diversas (laboratório de artes, informática, salas multifuncionais, ballet, judô, etc.), salas para suporte pedagógico, áreas de convivência, biblioteca, parquinho de areia e quadra poliesportiva, entre outros espaços. O projeto prevê ainda uma via interna para embarque e desembarque dos alunos, a qual proporcionará mais segurança e evitará fluxo intenso de veículos na rua João Túlio.

Segundo a Secretaria de Obras (SMOP), responsável pelo acompanhamento da obra, após a execução da laje de cobertura, restará apenas a implantação da caixa d’água para a conclusão da parte estrutural. Ações de instalação hidráulica e de infraestrutura elétrica e de combate a incêndio estão ocorrendo no terceiro piso.

CMEI – Quando se trata do CMEI Professora Maria de Lourdes da Silva Chagas (CMEI Iguatemi), que ficará ao lado da escola Egipciana, o que mais impressiona é que a área a ser construída será 15 vezes maior que a do prédio anterior. Dos 117 m², até então, o novo prédio passará para 1.847,87 m². Isso inclui as 12 salas de aula, laboratório de artes, sala multiuso e local específico para guardar material pedagógico. Para  comparação: somente o futuro pátio coberto da unidade terá 209 m². Vale destacar a biblioteca da unidade foi projetada para ser um ambiente que estimule a leitura e que as crianças queiram frequentar. Além de mesas, nesse local de leitura haverá um tablado de madeira com almofadas e uma piscina de bolinhas.

Com a realização da laje do primeiro pavimento do CMEI nos próximos dias, é previsto que a laje de cobertura do prédio seja realizada pouco tempo depois.
Veja também: Nova escola Marcelino terá área construída quase três vezes maior que prédio atual

Vídeo na inauguração:Prefeitura de Araucária inaugura mais um CMEI de porte grande, totalizando 16 unidades

Por Redação com informação/SMCS em 10 de julho, 2023

- publicidade-

Economia