22.5 C
Araucária
quinta-feira, junho 20, 2024

Polícia Civil de Araucária prende em Itapoá homem que estuprou enteada e estava foragido

Data

Posts da semana

Morre Chrystian, cantor que fez dupla com Ralf

O cantor Chrystian, que já formou dupla sertaneja com...

Incêndio destrói caminhão de transportar gás

Câmera de segurança registra o momento da explosão de...

Empresário reage a assalto e atira contra o criminoso

Um assaltante foi socorrido em estado grave após ser...

Policiais civis da DP Araucária, em apoio à Delegacia da Mulher de Araucária, prenderam na manhã de hoje, em Itapoá/SC, Jeferson Aparecido Correia, vulgo “jegue”, suspeito de estuprar uma menina de 12 anos, filha de sua ex-mulher mulher.

Jeferson abusou da criança cerca 05 vezes, quando ele ainda era padrasto da menina e ocorriam quando a mãe estava trabalhando. Jeferson abusava da criança e a forçava a não contar as atrocidades para ninguém. A mãe desconfiou e conversou com a filha, que lhe contou tudo. Após descobrir, colocou o pedófilo para fora de casa. Jeferson, desesperado, conversou com a mãe e confessou o crime mediante mensagens de whatsapp, pedindo perdão e pedindo para voltar com a mãe da vítima.

A mãe não perdoou Jeferson e o denunciou para a Delegacia da Mulher de Araucária, mostrando todas as conversas de whatsapp para polícia civil. Na época, foi instaurado inquérito policial para apurar os fatos o delegado Tiago Wladyka, que respondia pelas duas delegacias, pediu a prisão de Jeferson, que foi decretada pela Vara Criminal de Araucária.

Contudo, Jeferson fugiu e ficou foragido durante seis meses. Mas o setor de inteligência da DP Araucária localizou Jeferson trabalhando em uma empresa na cidade de Itapoá, Santa Catarina e, na manhã de hoje, Wladyka e sua equipe foram até o litoral catarinense e lograram êxito em prender Jeferson, que negou a prática dos crimes.

Após a prisão, a Polícia Civil entregou Jeferson na cadeia pública de Araucária, onde permanece à disposição da justiça.

- publicidade-

Economia