Comunicar erro

Uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em parceria com o Ministério Público de Araucária prendeu na manhã desta terça-feira (20) o prefeito de Araucária Rui Sergio Alves de Souza (PTC). Rui Sergio teve a prisão preventiva decretada. O Gaeco também cumpre mandados de busca e apreensão na casa do prefeito e na sede da prefeitura.

Entre as suspeitas que pesam contra Rui e outros secretários está a de extorsão de fornecedores do Município, que,  para receber, teriam que pagar certa porcentagem de suas faturas ao prefeito e alguns de seus assessores.

Além do prefeito, outras três pessoas da prefeitura também teriam sido presas.

Foi preso o ex-secretário de Finanças Fábio Antonio da Rocha.

Os presos são suspeitos de exigir dinheiro para liberar valores de contratos com a prefeitura e, até mesmo, para firmar contrato. Eles estão sendo investigados pelos crimes de concussão e lavagem de dinheiro em associação criminosa.

Os policiais cumpriram ordens de busca e apreensão na prefeitura e na casa da secretária Fernanda Karas, ainda de acordo com a comunicação social. Ao todo, conforme o Gaeco, as ordens de busca e apreensão foram cumpridas em 11 locais.

Rui Sergio é vice-prefeito de Olizandro Ferreira (PMDB) e assumiu o cargo em julho deste ano após Olizandro renunciar por questões de saúde.

Atualizado: 13:17 de 20/12/2016