23.4 C
Araucária
quinta-feira, junho 20, 2024

Prefeitura de Araucária entrega mais 40 casas do programa residência Cidadã

Data

Posts da semana

Morre Chrystian, cantor que fez dupla com Ralf

O cantor Chrystian, que já formou dupla sertaneja com...

Incêndio destrói caminhão de transportar gás

Câmera de segurança registra o momento da explosão de...

Empresário reage a assalto e atira contra o criminoso

Um assaltante foi socorrido em estado grave após ser...

Nesta quarta-feira (26), mais 40 famílias receberam a cessão de uso, pela Prefeitura de Araucária, de casas do Programa Residência Cidadã – vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social. As residências estão distribuídas em conjuntos de 4 casas, duas sobrepostas. Este foi o terceiro lote de casas entregue pelo programa em Araucária e aconteceu no bairro Costeira. O condomínio fica localizado na Rua Teodósia Lukalski.

Por meio do programa, Camila de Almeida, de 34 anos, conseguiu realizar seu sonho. “Sou mãe solo e tenho 8 filhos. Não consigo nem explicar em palavras a minha emoção, chorei muito de felicidade quando soube da minha casa. Aqui tem asfalto, CMEI e escola perto. É um lar, sei que foi preparado com muita atenção. Agradeço o CRAS e a Secretaria de Assistência Social”, conta a nova moradora do bairro.

Cada residência possui cerca de 45m² e pode comportar famílias com até 6 pessoas, tendo 2 quartos, sala, cozinha, banheiro, garagem e uma pequena área externa. As casas foram projetadas pela Secretaria de Planejamento para otimizar o espaço de uso e aproveitar bastante a iluminação natural. “Além disso foram pensadas para integrar os novos moradores ao bairro e não excluí-los. Queríamos que tivesse um bom padrão na construção, uma estética estrutural que harmonizasse com o restante da região”, explica o superintendente de projetos da SMPL, Lauri Lenz. Duas casas ainda foram construídas com adaptação para pessoa com deficiência.

135 casas no total
Ao todo, serão 135 casas abrangidas pela iniciativa. A primeira entrega do programa ocorreu no bairro Campina da Barra (10 casas) e o segundo no Jardim Plínio (14 casas). Outros três estão em construção: no Fazenda Velha (51 unidades), Tupy (10 unidades) e Campina da Barra (10 unidades).

Sobre o programa
O programa possui um público e recursos bastante específicos. O recurso para a construção dessas casas vem de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) assinado entre a Prefeitura e o Ministério Público para que fosse utilizado para famílias com crianças em situação de risco e vulnerabilidade social.

Sendo assim, o programa não tem relação com a lista de famílias cadastradas para programas habitacionais da Cohab Araucária. Não há como se inscrever, pois os CRAS avaliam quais famílias já atendidas se enquadram no programa.

A Prefeitura faz um termo de cessão de uso dessas casas por 30 anos. Durante o período, uma Comissão de Fiscalização fará averiguações junto às famílias nos imóveis. Decorrido este prazo, e se tudo correr dentro do esperado neste período, a cessão de uso é convertida em doação.

Por Redação em 27 de abril, 2023

- publicidade-

Economia