Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Segurança de Araucária (SMSP) estima investir cerca de R$ 2 milhões em uniformes, equipamentos e acessórios para uso de guardas municipais e agentes de segurança neste ano. Isso porque além da troca desses itens para os profissionais já atuantes, estão sendo chamados novos colaboradores para compor a equipe da Guarda Municipal de Araucária (GMA).

No início deste mês saiu o resultado da licitação de 3 mudas de roupa para cada guarda municipal (280 profissionais) e cada agente de segurança (74 agentes). Os kits contêm calça, camisa polo, camiseta, calção, jaqueta, boné, coturno, capa de chuva, capa para colete de proteção balística, suéter, touca, agasalho para atividade física, colete, porta algema, bastão antitumulto, capacete de proteção, tarja de identificação institucional e pessoal, dentre outros acessórios. Após passar pelo trâmite formal, os itens customizáveis devem ser confeccionados de acordo com medidas e identificação de cada profissional.

O uniforme é uma importante ferramenta de identificação visual dos guardas e dos agentes de segurança perante à comunidade, sendo que os equipamentos ajudam na execução dos trabalhos diários desses profissionais, contribuindo para que a população receba um trabalho melhor estruturado.

Mais complementos estão sendo adquiridos como algemas, porta carregador de munição e acessórios específicos para a equipe do Departamento de Moto: capacetes para uso em motocicleta, cotoveleras, joelheiras e luvas. Todos esses itens são de extrema importância, pois são de uso obrigatório entre os servidores da categoria.

Agentes de segurança
São esses colaboradores que controlam o fluxo de pessoas e veículos nas dependências de áreas e prédios públicos. Recepcionam e controlam a movimentação de pessoas em área de acesso livre e restrito, zelando pela segurança das pessoas e do patrimônio público.

Guardas Municipais
São profissionais que atuam no patrulhamento ostensivo e preventivo, visando a diminuição da violência e da criminalidade, promovendo a mediação de conflitos e o respeito aos direitos fundamentais dos cidadãos. Além de atuar como polícia comunitária na prevenção de ocorrências, atuam também na repressão em situações que demandem. Fazem atendimentos de chamadas pelo telefone 153 (serviço de disque-denúncias, em situações de infrações penais praticadas em detrimento de bens serviços).

Prefeitura de Araucária (SMCS) Jornalista Michelli Gomes