25.9 C
Araucária
quarta-feira, maio 22, 2024

Presidente da Câmara de Araucária, Hen Hur é alvo do MP

Data

Posts da semana

O Ministério Público de Araucária deflagrou na tarde desta segunda-feira (11), uma operação buscando eventual abuso de poder por políticos que ocupam cargos no Legislativo (Vereadores).

A investigação tem como alvo o poder econômico no processo eleitoral para escolha dos novos conselheiros tutelares da cidade. Ou seja, compra de votos, sendo por meio de transporte de eleitores no dia da eleição ou qualquer tipo de benéfico ao eleitor.

Segundo o que se apurou até o fechamento de reportagem, foram cumpridos pelo menos quatro mandados de busca e apreensão simultâneo. Um deles na Câmara de vereador, sendo alvo o gabinete do presidente, vereador Bem Hur Custódio, sede do Conselho Tutelar que fica na esquina das ruas Santa Catarina com Ceará, bairro Cachoeira.

O vereador Ben Hur e o conselheiro tutelar, Alysson Henrique Stygar, que é candidato à reeleição, foram pegos de surpresa na Câmara pelos promotores, David Kerber de Aguiar e Thiago Artigas Niclewicz. Não ouve prisão no momento, apenas apreensão de pertences e objetos dos investigados. À eleição para novos conselheiros acontecem no próximo 1º de outubro.

Alysson Henrique Stygar, Conselheiro Tutelar 

A operação deflagrada hoje é um desdobramento de alguns áudios que circularam em grupos de whatsapp nas últimas semanas, áudios que teriam sido gravados em ambientalmente da Câmara de vereadores e que mostrariam uma conversa para eleger uma certa quantidade de conselheiros nas eleições, entre elas o transporte de eleitores e o financiamento irregular da campanha.

Por Redação em 11 de setembro, 2023

- publicidade-

Economia