25.9 C
Araucária
quarta-feira, maio 22, 2024

Suspeito do PCC em plano contra Moro tem mesmo advogado de Lulinha

Data

Posts da semana

Apontado pela Polícia Federal (PF) como um dos integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) que planejavam um atentado contra o senador Sergio Moro (União-PR), Patric Uelinton Salomão, de 43 anos, deixou a prisão no início do ano passado, graças a um alvará de soltura obtido na Justiça paulista pelo mesmo advogado que livrou um dos filhos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de uma ação da Operação Lava Jato.

Conhecido como Forjado dentro da facção, Patric é líder de um grupo do PCC que organiza e financia sequestros e atentados contra autoridades, segundo a PF. Investigações mais antigas mostram que ele integra a “sintonia final” do PCC e, como tal, subordina-se apenas aos líderes máximos da facção, como Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, com quem foi transferido para a Penitenciária Federal de Brasília, em 2019.

Forjado foi um dos alvos da Operação Sequaz, deflagrada na última quarta-feira (22/3) para desarticular um plano de sequestro e assassinato de Sergio Moro e outras autoridades, como o promotor de Justiça paulista Lincoln Gakiya, autor do pedido de transferência da cúpula do PCC para presídios federais no fim de 2018. Forjado não foi encontrado pelos policiais. É considerado foragido.
Leia a matéria completa: Clique aqui

Por Metrópoles em 25 de março, 2023

- publicidade-

Economia